Adsense Teste

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Queridos padres: por favor, nos ensinem!

 
Queridos padres,

Eu sou uma caloura universitária e gostaria de pedir algumas coisas a vocês. Ou melhor, gostaria de suplicar a vocês uma coisa: por favor, nos ensinem!

Não parem de ler ainda, por favor. Vocês talvez estejam pensando que eu sou uma caloura sabe-tudo. Mas não sou. Admito que não tenho a menor ideia sobre os desafios que vocês enfrentam diariamente, seja na paróquia, seja no campus universitário… Mas eu sei do que é que nós, estudantes, precisamos. A maioria de nós não sabe nem o básico da fé. Vocês têm que começar do zero. Então, por favor, nos ensinem!

Vocês querem nos ensinar, mas acham que não têm tempo. A maioria dos poucos estudantes que ouvem as suas homilias no domingo só ouvem vocês ali mesmo. Os professores nos falam durante horas e horas, cinco dias por semana. Vocês só têm dez, quinze minutos, um dia por semana. É um desafio impossível, mas, por favor, nesse tempo que vocês têm para chegar até as almas, nos ensinem alguma coisa!

Vocês podem achar que o único jeito de fazer esses poucos jovens continuarem indo à missa é adoçando a mensagem: nada de mencionar muito as regras, as exigências, os compromissos… Posso lhes dizer o que nós realmente queremos ouvir? Digam-nos que as regras são importantes, proclamem quais são as regras e mostrem como elas nos ajudam!

Digam-nos que Deus nos ama. Digam-nos o quanto Ele nos ama!

Digam-nos que Deus quer que nos arrependamos dos nossos erros e nos ajudem a recorrer aos sacramentos.

Digam-nos que, não importa o que aconteça, Deus nunca desiste de nós.

Digam-nos que nós valemos mais do que a nota que tiramos ou que o número de amigos que temos.

Digam-nos que nós não somos dignos do amor de Deus, mas que o amor que Ele nos dá nos torna dignos do melhor!

Digam-nos que, por causa desse amor, nós valemos mais do que sequer podemos imaginar.

Digam-nos que estamos aqui por uma razão; que Deus reservou algo para nós fazermos; que Ele não comete erros e que, por isso mesmo, nós não somos um erro no mundo.

Digam-nos que a coisa que Deus mais deseja não é que nós não erremos nunca, mas que O amemos sempre.

Digam-nos para que foi feito o nosso corpo e o nosso espírito.

Digam-nos que Deus nos fez para sermos santos – e que nós podemos ser santos.

Digam-nos que os santos são fascinantes, que eles são os nossos melhores exemplos e os nossos amigos celestiais.

Ensinem-nos sobre a misericórdia divina!

Ensinem-nos sobre o céu. Falem-nos também do inferno e nos digam que ambos são reais.

Ensinem-nos por que importa aquilo que fazemos e digam-nos que importa sempre.

Ensinem-nos a imaginar a grandeza, a altura, a largura e a profundidade de Deus.

Digam-nos que Deus está sempre conosco!

Nós precisamos do básico, mas, depois, também precisamos de mais! Nenhuma criança já decidiu se especializar em matemática logo depois de aprender que 2 + 2 = 4. Vão além do básico. Digam-nos quais são os mistérios a contemplar e nos ajudem a refletir e a nos aprofundarmos neles; digam-nos como os mistérios nos ensinam a pensar, a fazer perguntas, a estudar e a amar.

Vocês estiveram no seminário durante quanto tempo? Contem-nos um pouco do que vocês aprenderam! Deem-nos o seu testemunho pessoal e sejam nossos exemplos!
Estamos só começando a descobrir que nada na terra pode nos satisfazer. Digam-nos o porquê!

Por favor, ensinem-nos tudo isso e muito mais! Eu não acho que os outros devam tentar descobrir tudo isso por conta própria. Por favor, ensinem-nos!



Atenciosamente,

Therese Anthony*
_________________________________________
* Therese Anthony é um pseudônimo de uma caloura universitária de Michigan, Estados Unidos.
Aleteia