Adsense Teste

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Imagem da Virgem de Lourdes foi profanada no Chile


O Santuário de Lourdes localizado na capital Santiago (Chile) sofreu um novo ataque na madrugada da segunda-feira, 22. Desconhecidos invadiram o lugar e destruíram o local onde se acendem velas e os arranjos de flores deixados como oferta pelos devotos à Virgem e cortaram a fiação elétrica e o som do local.

Quando os funcionários, religiosos e também peregrinos do Santuário viram os estragos deste ataque, começaram a organizar, limpar e sobretudo manter um clima de calma e oração para participar logo depois de uma Eucaristia de desagravo presidida pelo Bispo Auxiliar de Santiago, Dom Galo Fernández, neste mesmo dia.

Em sua homilia Dom Fernández convidou a “pensar naquelas pessoas que tiveram experiências negativas em suas famílias, que estão sofrendo, ou estão com raiva pelas perdas de um ser querido devido a alguma doença. Às vezes, não sabem enfrentar adequadamente esta situação e revelam-se contra Deus”.

“Jesus nos pede olhar aqueles que não o conhecem, aqueles que por algum motivo têm o coração rebelde e muito longe d’Ele. Jesus Cristo sempre está com o olhar e o coração atento para ver mais longe, para aproximar-se daqueles que estão longe”, disse o Prelado segundo informou o Escritório de Comunicações do Arcebispado de Santiago. 

Ao finalizar a Santa Missa, os paroquianos aplaudiram à Virgem e depositaram flores aos pés da gruta de Lourdes.

O administrador do Santuário, o irmão assuncionista Ramón Gutiérrez, lamentou a situação e destacou que Lourdes é um “pulmão espiritual para o Chile, devido aos inúmeros milagres de conversão de fé, esperança, caridade, alegria e de paz”.


Em 2014, desconhecidos jogaram nove bombas molotov e de pintura no Santuário de Lourdes. Em 2010, destruíram a imagem de Santa Bernadette, vidente da Virgem de Lourdes; e, em 2006, roubaram três cálices sagrados com hóstias consagradas.
______________________________________
ACI Digital