Adsense Teste

sábado, 12 de dezembro de 2015

Muçulmanos convertidos ao protestantismo invadem e profanam Missas nos EUA


Os católicos de Las Vegas (Estados Unidos) vivem dias difíceis logo que vários homens que se apresentaram como ex-muçulmanos conversos ao protestantismo irrompessem e profanassem diversas Missas nas últimas semanas.

Em ao menos três incidentes, o grupo “Koosha Las Vegas” ingressou nas igrejas no meio da celebração da Eucaristia gritando aos católicos como se vê no vídeo.

Pode-se ver, por exemplo, um dos homens usando uma camiseta com a inscrição “Trust Jesus” (Confie em Jesus) caminhando pela nave do templo e entregando panfletos enquanto diz aos paroquianos que por serem católicos “pecaram contra (Deus) e violaram suas leis”.

O homem com a câmara grita logo: “Arrependam-se e voltem para Jesus Cristo! O Papa é Satanás! A imagem de Maria é Satanás!”

“Deixem de adorar ídolos! Os ídolos não os salvarão! Vocês precisam de Jesus Cristo! Vocês precisam do Pai, do Filho e do Espírito Santo”, grita um dos homens.


O grupo também fez algo similar nos subúrbios de uma escola católica na semana passada gritando aos alunos que passavam: “Se virem o Catecismo da Igreja Católica e as Escrituras, entenderão por que Deus odeia este sistema religioso”.
Os ataques e a irrupções preocupam os católicos à luz do recente massacre em São Bernardino no estado de Califórnia no qual um casal de muçulmanos assassinou 14 pessoas e deixou feridas mais de 20.

A polícia local indicou ao canal KNTV que os incidentes não parecem estar conectados a uma ameaça terrorista e que não prendeu ninguém porque, tecnicamente, estes sujeitos não teriam cometido um crime.

Entretanto, Randy Sutton, um perito de segurança desse canal afiliado à rede ABC, disse que os homens poderiam ter violado uma lei estatal que classifica estas irrupções em eventos religiosos como uma agressão.

“Definitivamente esta conduta é incomum. Não é algo que aconteça todos os dias. Assim que o fato de que tenha ocorrido já é motivo suficiente para alarmar-se”, disse Sutton.

A diocese de Las Vegas está trabalhando em conjunto com a polícia para informar o clero local sobre estes incidentes e tomar precauções. 
_______________________________________

ACI Digital