Adsense Teste

sábado, 31 de outubro de 2015

Terra de Maria nos Cinemas


O documentário espanhol de 2013 que foi sucesso em 25 países só chegou este ano ao Brasil mas também causou um grande frisson nas salas de cinema, passando da terceira semana de exibição (o requisito da programação era a procura).

Sinopse: Era uma vez… Deus. E viveram felizes para sempre. Adeus, Pai Nosso. Até nunca, seres celestiais. Se não os vemos, não acreditamos. Decidimos viver assim, como se não existissem. Contudo… milhões de pessoas continuam a falar de Jesus Cristo, a quem chamam “Irmão”. E com a Virgem Maria, a quem chamam “Mãe”. Acreditam que somos filhos de Deus e, por isso, chamam-no de “Pai”. O Advogado do Diabo recebe uma nova missão: investigar, sem medo, esses que ainda confiam nas receitas do céu. São uns enganadores ou foram enganados? Se as suas crenças forem falsas, a nossa vida continuará igual. Mas… e se não for um conto de fadas?

Terra de Maria não vem para comprovar cientificamente as aparições de Nossa Senhora, mas para confirmar no coração dos fiéis que a conversão por intermédio da Virgem é sentida e vivida por milhões de pessoas todos os dias. Como afirmou o próprio diretor do filme, o jornalista Juan Manuel Cotelo, “é dificil definir o gênero do filme, pois mistura documentário com ficção, humor com religiosidade, drama com mistério… você chora, ri e pensa na mesma medida.” A parte ficcional do longa tem como maior objetivo dar movimento à história, quebrando a sequência dos vários testemunhos presentes.

Abordando a vida de várias pessoas em 10 países diferentes, cada um conta informalmente sua história e como teve a experiência de conversão diretamente ligada à Virgem Maria. Aborto, prostituição, doenças e grandes mazelas sociais marcam muitos dos depoimentos de católicos e não-católicos que, por muito tempo, viveram longe de Cristo mas que foram alcançados por Sua imensa misericórdia.



Ouvimos na fala do sacerdote, do médico, da modelo, da ex-dançarina, do missionário, entre outros, o quão importante é a intercessão de Nossa Senhora, que os atraiu muitas vezes sem que eles ainda estivessem sequer buscando a Deus. Terra de Maria não pretende explicar a devoção mariana por uma ótica teológica, mas visa apresentar a Mãe de Deus de forma simples para quem não a conhece, por meio da vida transformada de muitos. “Para mim a chave é fugir da artificialidade (…). Contemos a realidade da fé, sem acessórios, nos centremos na beleza das coisas, com certeza há gente boa em todo lugar”, conta o cineasta. A parte cômica fica por conta das entrevistas curiosas do “advogado do Diabo”, que trabalha para uma agência de espiões que quer descobrir quem é esta Virgem que liga os crentes à Deus… que fé é esta que ainda atrai tantos? Que revolução é esta que mesmo nos dias de hoje não perde a força?

Em meio à polêmica da confirmação das aparições de Medjugorje, o local é o elo de praticamente todas as histórias, contando a relação de curas interiores e físicas de muitos dos que testemunham. Mas também Fátima, Lourdes e o Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe têm espaço na história. Porque, afinal, o centro do filme é, de fato, a mão intercessora da Virgem Maria na vida de seus amados filhos. É a certeza de que Deus não ama a todos, mas a cada um, e nós temos esta necessidade de encontrá-Lo. E  que forma melhor de chegar ao Pai senão através da Mãe?

A obra mostra a importância de Nossa Senhora na vida de Jesus, da Igreja e da nossa, e inflama sinceramente os corações a uma devoção pura e verdadeira, como a de um filho que encontra amor e consolo nos braços da mãe.

Ficha técnica:
Elenco: Clara Cotelo, Juan Manuel Cotelo, Carmen Losa

Direção: Juan Manuel Cotelo
Gênero: Documentário
Duração: 111 min.
Classificação: 12 Anos

_________________________________________
Com. Shalom