Adsense Teste

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Laos: presos dois cristãos acusados de proselitismo


Dois cristãos foram presos pela polícia na província de Khammouan, no leste de Laos, acusados de suposto proselitismo. A polícia invadiu a casa de um cristão no vilarejo de Nong-hang, prendendo Bountheung Phetsomphone, 43 anos, líder cristão de outro vilarejo, e Neuy, 40 anos, também ele residente num vilarejo próximo.

Como apurado por Fides junto à Ong “Human Rights Watch for Lao Religious Freedom” (HRWLRF), Bountheung foi visitar algumas famílias cristãs do vilarejo de Nong-hang e os fiéis iniciaram a rezar em casa. Então chegaram os policiais que invadiram a habitação. Ambos, Bountheung e Neuy, são casados e têm filhos.

A polícia do distrito monitora o crescimento do cristianismo na região desde 2008 e não o vê com bons olhos. Informados da chegada do líder cristão Bountheung, os agentes lançaram o ataque que, segundo HRWLRF, “é completamente ilegal e contrário à Constituição”. 

Bountheung já está sob observação desde 2012, quando 300 pessoas se converteram ao cristianismo depois de ouvir sua experiência e seu testemunho. Já foi preso em agosto de 2012 e depois libertado. Também Neuy teve no passado os mesmos problemas, controlado pela polícia com a suspeita de querer difundir a fé cristã.

O HRWLRF exorta o governo de Laos a “respeitar o direito do povo à liberdade religiosa, garantida pela Constituição” e a deter o abuso de poder perpetrado pela polícia do distrito. (PA) (Agência Fides 7/9/2015)
______________________________________

ZENIT