Adsense Teste

domingo, 20 de setembro de 2015

Cuba: Encontro do Papa Francisco com Fidel Castro


O Papa Francisco encontrou-se hoje em Havana, de forma privada, com Fidel Castro, antigo líder cubano, na residência deste, anunciou o porta-voz do Vaticano.

O padre Federico Lombardi disse aos jornalistas que a visita decorreu depois da Missa a que o Papa presidiu, na Praça da Revolução, de manhã.

“Foi um encontro muito familiar, muito informal, de mais ou menos meia hora, 40 minutos”, assinalou o diretor da sala de imprensa da Santa Sé, acrescentando que Francisco foi recebido pela esposa de Fidel Castro, juntamente com filhos e netos.

O Papa foi acompanhado por uma delegação de “muito poucas pessoas”.

Segundo o porta-voz do Vaticano, os temas da conversa foram "a salvaguarda do ambiente e os grandes problemas do mundo contemporâneo".

Francisco ofereceu “alguns livros” a Fidel Castro, respondendo ao pedido que este tinha feito a Bento XVI em 2012.

As obras são do italiano Alessandro Ponzato, perito em Sagrada Escritura, e o do padre Llorente, jesuíta que foi professor de Fidel Castro.

O Papa deixou ainda cópias da sua exortação apostólica ‘A Alegria do Evangelho’ e a sua encíclica ‘Laudato Si'.

Já Fidel Castro ofereceu o livro-entrevista ‘Fidel y la Religion’, do brasileiro frei Betto, cuja dedicatória manifestava “admiração e respeito do povo cubano”.

Por parte do Vaticano, não haverá transmissão de imagens, “por respeito à formalidade e privacidade do encontro”, justificou o padre Lombardi.

Já este sábado, ao chegar à ilha, Francisco tinha manifestado “sentimentos de especial consideração e respeito” pelo comandante-chefe cubano, substituído em 2008 pelo seu irmão Raúl Castro.

Em 2015 celebra-se o 80.º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas entre a República de Cuba e a Santa Sé, que nunca foram interrompidas, reforçadas pelas viagens ao país de São João Paulo II (1998) e Bento XVI (2012). 

O agora Papa emérito encontrou com Fidel Castro à porta fechada, a 28 de março de 2012.

Já o Papa Francisco recebeu no Vaticano o presidente da República de Cuba, Raúl Castro, a 6 de maio deste ano.

Segundo a sala de imprensa da Santa Sé, o encontro “estritamente privado” durou cerca de 55 minutos.


Essa foi a primeira visita de Raúl Castro ao Vaticano, 19 anos depois do encontro entre Fidel Castro e João Paulo II, antes da viagem do santo polaco a Cuba, em janeiro de 1998.
_________________________
Agência Ecclesia