Adsense Teste

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Argentina: 11 milhões de pobres, 2 milhões de pessoas miseráveis


Num contexto tenso com a morte por desnutrição de Oscar Sanchez, um jovem de 14 anos de etnia Qom que pesava 11 quilos, ocorrida no hospital de Chaco, o jornal “Clarin” publicou com grande eviência as palavras de três Bispos: Dom José Slaby, Bispo de Esquel, Dom Pedro Olmedo Rivero, Bispo de Humahuaca, e Dom Damian Bitar, Bispo de Oberá. Os prelados lançaram fortes advertências acerca da “terrível realidade” de desnutrição infantil e o crescimento da pobreza na Argentina nos últimos anos.

A nota enviada a Fides destaca as declarações dos Bispos em suas apresentações da coleta anual "Mas por Menos", que se realizou no último final de semana em todo o país. Na base da intervenção dos Bispos, está o relatório publicado poucos dias atrás pela Universidade Católica Argentina (UCA), que aponta cifras preocupantes: 11 milhões de pobres na Argentina, 2 milhões de pessoas miseráveis, e o dado mais alarmante é que 950 mil jovens menores de 18 anos vivem em situação de insegurança alimentar. 

Dom Damián Santiago Bitar, que é também membro da Comissão Episcopal para a Pastoral Social, disse à imprensa que “a coleta se realiza num contexto de pobreza estrutural que não cede nem diminui. Faço um apelo a todos os argentinos à solidariedade, para ajudar as pessoas indigentes, sós e abandonadas que temos perto de nós de nós".
__________________________________________

Agência Fides