Adsense Teste

sábado, 15 de agosto de 2015

Vidas consagradas a Deus


No terceiro final de semana de agosto, a Igreja no Brasil se une em oração para pedir que Deus continue a chamar pessoas para a vida religiosa. Ao mesmo tempo, reza pelas pessoas que já consagraram suas vidas a Deus e estão inseridas em alguma comunidade religiosa. São elas as irmãs, os irmãos e os padres que, através da profissão dos votos de obediência, castidade e pobreza, optaram por servir a Igreja nos ambientes de maior necessidade. Para tal, se desfizeram dos bens materiais e não constituíram família. Vivem em comunidades e, mais do que por palavras ou pregações, anunciam o Evangelho através do testemunho. Nós os encontramos nas comunidades mais carentes, nas escolas, hospitais, periferias urbanas e rurais e também em meio às situações onde a vida é mais machucada e ferida. Distinguem-se pela humildade e alegria, tendo levado o Papa Francisco a declarar que, «Onde estão os religiosos, há alegria».

A oração pelas vocações religiosas, no terceiro domingo de agosto de 2015, se insere nas programações do Ano da Vida Consagrada. E é importante destacar que, conforme afirmado pelo Papa Francisco, “o Ano da Vida Consagrada não diz respeito apenas às pessoas consagradas, mas à Igreja inteira”. Citando o Beato Paulo VI, Francisco diz que “sem este sinal concreto da vida consagrada, a caridade que anima a Igreja inteira correria o risco de se resfriar e o sal da fé se diluir num mundo em fase de secularização”.

O Papa convida “todas as comunidades cristãs a viverem este Ano, procurando, antes de mais nada, agradecer ao Senhor e, reconhecidas, recordar os dons que foram recebidos, e ainda recebemos, por meio da santidade dos fundadores e fundadoras e da fidelidade de tantos consagrados ao seu próprio carisma”. E, mais, “vos convido a estreitar-vos ao redor das pessoas consagradas, rejubilar com elas, partilhar as suas dificuldades, colaborar com elas, na medida do possível, para a continuidade do seu serviço e da sua obra, que são, aliás, os da Igreja inteira. Fazei-lhes sentir o carinho e o encorajamento de todo o povo cristão”. 

Aproveitemos, pois, a graça do terceiro final de semana de agosto, quando a liturgia nos impulsiona a rezar pelas vocações religiosas, a também mostrar o nosso afeto e reconhecimento para com as irmãs e os irmãos que estão vivendo em nossas comunidades. Como Diocese, junto com o Núcleo Diocesano de Religiosos, temos prevista uma solene missa de ação de graças e súplica a ser rezada na catedral São João Batista, no domingo, dia 16 de agosto, às 19 horas. Para esta missa, além dos religiosos e das religiosas, são convidados os padres e as comunidades que são agraciadas com o trabalho e a presença de religiosos. Juntos, queremos louvar a Deus pela maravilha da vocação religiosa e suplicar que o Senhor da Messe continue a chamar pessoas para esta vocação.


Dom Canísio Klaus

Bispo de Santa Cruz do Sul (RS)