Adsense Teste

sábado, 1 de agosto de 2015

Caritas Italiana: mais de 100 milhões os cristãos perseguidos


«Perseguidos»: é explícito o título do dossiê publicado pela Cáritas italiana, dedicado a mais de cem milhões de cristãos vítimas, juntamente com outras minorias, de discriminações, perseguições e violências perpetradas por regimes totalitários ou adeptos de outras religiões.

Só na Coreia do Norte calcula-se que estão presos nos campos de detenção entre 50 e 70.000 cristãos. Existe também a realidade dos países africanos e do Próximo e Médio Oriente onde os cristãos são perseguidos com uma violência evidente. A Cáritas calcula que de Novembro de 2013 a 31 de Outubro de 2014 os cristãos assassinados por razões estreitamente ligadas à sua fé foram 4.344, ao passo que as igrejas atacadas pela mesma razão foram 1.062. 


Uma barbárie que, aliás, atinge muitas outras minorias religiosas e étnicas e que revela um aumento preocupante da intolerância, como já foi mencionado, não só no Médio Oriente, teatro de conflitos e da atividade das milícias do chamado Estado islâmico (Is).



O dossiê da Cáritas italiana, que pode ser descarregado do site da internet, descreve portanto um problema dramaticamente atual. Ele, revela o organismo caritativo, tem um dúplice objetivo: esclarecer as causas da perseguição dos cristãos no mundo, tendo em conta as variáveis econômicas, culturais e geopolíticas de cada país envolvido e, ao mesmo tempo, dar voz aos numerosos testemunhos silenciosos dos numerosos cristãos que continuam a preservar a fé arriscando a própria vida.
______________________________
News.Va