Adsense Teste

quinta-feira, 30 de julho de 2015

“As grandes potências são responsáveis ​​pelo avanço do Estado Islâmico".


"O Estado islâmico é um instrumento nas mãos das grandes potências, foi criado por eles, armados e apoiados". A denúncia vem de monsenhor Georges Abou Khazen, vigário apostólico dos latinos em Aleppo, em uma entrevista na televisão italiana TV2000.

Em vez de combater o extremismo islâmico, as potências ocidentais "compram seu petróleo e achados arqueológicos roubados nestas terras", afirmou o prelado também falando sobre a presença de "verdadeiros campos de treinamento" na fronteira entre a Síria e a Turquia".

Dom Khazen – conforme a agência SIR – comentou a ofensiva da Turquia contra o Estado islâmico na Síria e contra os curdos do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) no Iraque: "As pessoas temem que os turcos queiram combater os curdos por causa do Estado islâmico". 

"Se é uma luta contra o Estado islâmico tudo bem, mas se é uma desculpa da Turquia para criar uma área independente da Síria, então torna-se perigoso", disse ele.

Afinal, segundo o vigário apostólico de Aleppo, "sabemos bem que a Turquia tem permitido o Estado Islâmico entrar, armar-se e ter o seu treinamento".
_________________________________

ZENIT